terça-feira, 26 de abril de 2011

Páscoa hospitaleira Telhal 2011




















































Estas são as imagens que podem em parte transmitir a minha Páscoa.
Mal cheguei de Turquia, passei uma noite em casa e vim logo para o Telhal.Esta é uma casa, que sinto um pouco como minha.
Foi tão bom rever tantos rostos, voltar ás minhas tradições e ritos, falar a minha língua por inteiro.
Soube bem parar, e conduzir o melhor que pude, estes jovens até uma ressureição que acabou por ser em pleno.
Este ano, eu mesma dei-me conta que a minha forma de animar está diferente.Posso compreendê-los melhor.
Tivemos muitos jovens que não são crentes e nada têm a ver com a Igreja, mas que serviram os doentes de forma exemplar, e bem melhor do que muitos que se dizem crentes.Fiquei muito contente e isto só prova que a JH e o Telhal estão abertos a todos, porque Deus Ama a todos de igual forma.
Foram dias de serviço, de muito cansaço, que é o que acontece quando nos entregamos pelos outros por inteiro.O grupo foi fantástico, cumprindo horários e regras, mantendo a alegria constantemente.
Eles foram o meu grande abraço de regresso...eles O Alberto, o João Nuno com quem tive o prazer de animar este campo e é claro o Deodato e todos os doentes que eu amo e me fazem amar a vida, todos os que me ocuparam o pensamento quando estive longe.
As palestras foram todas muito interessantes, a mim calhou-me falar sobre a morte, e dar testemunho da minha experiência, ao João Nuno, sobre o Silêncio e a nossa querida Laurinda Alves, sobre o voluntariado.Foi super interessante recebê-la nesta nossa casa e ouvir as suas palavras sábias e experientes!
Chegar e não parar, foi o melhor, assim não tive tempo de sentir saudades da Turquia, e apenas abracei o que encontrei de forma simples e despreocupada.
E que momento melhor para chegar, do que nesta semana maior, a semana Santa.
Foi uma Páscoa necessária e sentida.
Obrigado a todos e boa caminhada!

3 comentários:

Madalena disse...

Podia pôr-me aqui a falar de muitos momentos que passámos e a referir-me aos que mais me marcaram, mas creio que sabes quais são, por isso só me resta agradecer-te por todos eles.
Gosto muito de ti!

Anita disse...

Rita linda do meu coração!
É bom sentir-te por cá, mais perto!
Benvinda! É bom saber que espalhas-te a tua cor por terras da Turquia!
Volta agora a pintar as terras de Portugal! =)

Sara Franco disse...

Gostei muito das tuas palavras, tanto aqui como no e-mail que mandaste.
Obrigada pela Páscoa que nos proporcionaste (bem como o Tiago e o João Nuno). Ainda hoje na minha turma estivemos a falar desta última Páscoa e todos concordámos que os momentos de oração, partilha e diálogo foram vividos com outra emoção. Até a Vigília Pascal foi vivida de forma mais intensa :)